Mostrando postagens com marcador CBCE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CBCE. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Olá pessoal...


Divulgando material sobre o X CONGOCE e XI CONEF para ampla divulgação entre seus contatos e redes sociais. 


Em breve, divulgaremos mais informações detalhadas sobre inscrição, submissão de trabalho e programação geral do evento.




sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

XXI Conbrace e VIII Conice - Natal/RN - Setembro/2019

Olá Professoras e Professores de Educação Física,

Já estamos em ano ímpar, portanto, estamos em ano de CONBRACE! Isso mesmo. Parece que foi outro dia que estivemos em Goiânia/Go, participando do XX Conbrace e VII Conice e agora já temos outro Conbrace em vista!!!

Exatamente! XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII Congresso Internacional de Ciências do Esporte.

Em breve, trazemos as datas para inscrição, submissão de trabalhos, prazos e demais informações e o site do evento.

Bora pra Natal/RN em Setembro???




O que pode o corpo no contexto atual? Controle, regulação e perda de direitos como desafios para Educação Física e Ciências do Esporte.


Há 40 anos, trabalhadores e trabalhadoras, pesquisadores e pesquisadoras associados/as ao Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) vêm produzindo conhecimento científico em diferentes âmbitos e subáreas da Educação Física e Ciências do Esporte, com efeitos esperados e não esperados. Parte desse conhecimento se propaga e recebe influências de distintos campos e disciplinas acadêmicas; outra parte se apresenta eivada de polêmica e debates inconclusos. De qualquer modo, esse conhecimento e seus modos de produção são representativos de diferentes visões societárias, etapas temporais e circunstâncias/condições históricas vividas por sujeitos em seus locais de trabalho e no ambiente mais amplo do debate acadêmico. 

Considerando o corpo como elemento central nos debates da Educação Física e Ciências do Esporte faz-se necessário indagar sua potência política, estética, ética e pedagógica e, assim, compreendê-lo como ponto de partida fecundo para diversos caminhos na produção do conhecimento da área e para os enfrentamentos em tempos de crise. Portanto, a pergunta que ecoa, nesse momento, é: o que pode o corpo em tempos de controle, regulação e perda de direitos? 

Não sabemos ainda o que pode o corpo, dizia Espinosa no século XVII. A pergunta tem sua atualidade, seja por meio da questão do poder ou pela sociedade de controle que engendra formas de regulação desse corpo. O fato é que a questão abre uma agenda que precisa ser discutida no contexto atual da Educação Física e Ciências do Esporte, notadamente em suas variadas pautas políticas, científicas e culturais. Trata-se de uma possibilidade de se debater o contemporâneo de forma aprofundada para o alcance do diálogo com formas de pensamento e ação cuja ancoragem se encontra no corpo. 

Em tempos de acionamentos extremados e de posturas controversas, pensar o corpo como lugar de confluências para refletir acerca das formas de estar juntos ou de reconfigurar elementos comuns de partilha social é um desafio que compete a todos/as e se expressa nas formas como nos afetamos mutuamente. Essa percepção de ser no mundo − e que está implicada nas partilhas sensíveis − compõe o que se tem nominado de estetização da política e pode se constituir em uma reflexão importante para o momento pelo qual atravessamos. 

Nos dias de hoje, a produção do conhecimento em Educação Física e Ciências do Esporte necessita articular suas diferenças e possiblidades de interação na pluralidade e no acúmulo de produção científica para perspectivar o futuro democrático e refletido à luz das possibilidades de interdisciplinaridade que se materializam por meio do corpo e de suas práticas. Dessa forma, o Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) convidam a comunidade acadêmico-científica, professores, professoras e estudantes para, entre os dias 15 e 20 de setembro de 2019, no Campus Central da UFRN, em Natal-RN, debatermos o que pode o corpo em tempos de controle/regulação e perda de direitos. Esses são desafios lançados à Educação Física e às Ciências do Esporte por meio das conferências, mesasredondas, pôsteres, vídeos-imagens, minicursos, Grupos de Trabalho Temático e reuniões institucionais que integram o XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte (CONBRACE) e o VIII Congresso Internacional de Ciências do Esporte (CONICE). 









terça-feira, 18 de setembro de 2018

CBCE 1978-2018: 40 anos de páginas escritas


Olá pessoal,

O CBCE já faz parte da minha vida há 23 anos e nesse tempo muitas histórias, muitos encontros, alguns amores e muitas emoções. Nesse Setembro/18, esse mesmo CBCE completa 40 anos de existência e para contar um pouco dessa história, acompanhe uma conversa com o atual Presidente da entidade Prof. Dr. Vicente Molina Neto.


------------------------------------------
40 anos de páginas escritas. Ciência vivida no dia a dia desde a criação.

O que seria do tempo se não houvesse a experiência?
O que seria das lembranças se não houvesse o registro?





"Do mesmo modo como a história é a narrativa que presentifica uma ausência no tempo, a memória também recupera, pela evocação, imagens do vivido. É a propriedade evocativa da memória que permite a recriação mental de um objeto, pessoa ou acontecimento ausente.

E, neste ponto, é preciso considerar que todos nós temos um museu imaginário de imagens, transmissoras de uma herança do passado, veiculadas pela memória individual, forjada de acordo com a memória social. Como pensar, pois, em representações, sem ter em conta essa capacidade tão especificamente humana de armazenamento de idéias-imagens que transmitem significados?" (PESAVENTO, 2006)


São nossos 40 anos!

Queremos relembrar momentos dos nossos dias!

Assista ao convite do atual presidente do CBCE  ⇑⇑⇑

FELIZ ANIVERSÁRIO A TODOS QUE FAZEM O CBCE !
VIDA LONGA AO CBCE !


terça-feira, 31 de julho de 2018

I Seminário Nacional sobre Corporeidade e Interdisciplinaridade – Senacin



Será realizado, nos dias 23 e 24 de Agosto de 2018, pela Faculdade de Educação Física/UnB, o Núcleo de Estudos do Corpo e Natureza da UnB, o Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte e a Rede Cedes do Distrito Federal, com apoio da FAPDF,  o I Seminário Nacional sobre Corporeidade e Interdisciplinaridade (SENACIN).

Mais informações, programação e submissão de trabalhos CONFIRA AQUI

segunda-feira, 23 de julho de 2018

V Seminário Nacional Corpo e Cultura do CBCE

quarta-feira, 27 de junho de 2018

CBCE - Assembleia Extra em Maceió-AL 25 de Julho

Olá pessoal

Aos associados do CBCE (Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte), temos um encontro marcado na última semana de Julho/18 em Maceió-AL. Para quem está no nordeste a logística auxilia. Para nós, os demais, quem sabe não ajeita umas férias no nordeste nesse Julho???



segunda-feira, 11 de junho de 2018

Encontro Estadual do CBCE/RJ - 11 JUN 18



A comissão provisória da secretaria estadual do CBCE no Rio de Janeiro convida para Encontro Estadual do CBCE-RJ: tensões e possibilidades da educação física no Rio de Janeiro, como parte dos trabalhos de retomada dessa secretária no estado.

O encontro será realizado hoje, dia 11 de junho de 2018, no auditório 93 da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, campus Maracanã/RJ, entre oito e dezessete horas.

A realização desse encontro na UERJ significa que fazemos parte dos movimentos em defesa da Universidade pública e gratuita - e a UERJ, nesse momento, é símbolo dessa ideia.

Fonte: CBCE - www.cbce.org.br

VI Congresso Sudeste de Ciências do Esporte - 20 a 22 Set. - UNICAMP





PARA INSCRIÇÕES, SUBMISSÃO DE TRABALHO E MAIS INFORMAÇÕES
......................................ACESSE O SITE DO EVENTO............................................



quarta-feira, 16 de maio de 2018

40 Anos - Revista Brasileira de Ciências do Esporte / RBCE-CBCE

O pessoal,

O Blog hoje registra as comemorações de 40 anos de existência de um dos instrumentos mais importantes para a Educação Física e Esportes do Brasil e mais recentemente,vem se referenciando para a América Latina: a Revista Brasileira de Ciências do Esporte.

Antes, em tempos de vacas gordas, a versão impressa marcou grande parte da sua história. Nos últimos anos, em versão online, acaba cumprindo um papel de ampliação e democratização ao acesso ao conhecimento das mais variadas vertentes, temáticas e matizes epistêmicas.

Ao lado de outras revistas que também ocupam espaço de importância no cenário nacional (Motrivivência, Movimento, entre outras), parabenizamos a todos os professores e pesquisadores que fizeram desse espaço, o que ele se tornou ao longo desses 40 anos. Aos editores e colaboradores congratulações por sua passagem pela RBCE.

"Há mais de três décadas, a Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE), publicada sob a responsabilidade do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE), atualmente editada e mantida pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade de Brasília (UnB) em parceria com a Elsevier, vem contribuindo com a tarefa de divulgar, mas, também, de intervir na produção de conhecimento em Educação Física/Ciências do Esporte. Ao longo da trajetória de sua publicação, a RBCE vem registrando a história da Educação Física brasileira a partir de diferentes olhares e concepções, de distintas abordagens, temas, objetos e problematizações, publicando artigos originais em português, espanhol ou inglês."




40 ANOS DE RBCE

Novo número da RBCE 40.2 já está disponível. 


Ou baixe por aqui
Vol. 40. Núm. 2. Abril - Junho 2018 Páginas 109-212
Editorial

Fernando Mascarenhas, Ari Lazzarotti Filho, Lauro Casqueiro Vianna
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:109-10
Artigos originais

Flávia Porto, Jonas Lírio Gurgel
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:111-6

Onécimo Ubiratã Medina Melo, Rodrigo Torma Bernardo, Edson Soares da Silva, Karen Przybysz da Silva Rosa, Renan dos Santos Coimbra, Leonardo Alexandre Peyré‐Tartaruga
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:117-22

Elton Ribeiro Resende, Felippe da Silva Leite Cardoso, Israel Teoldo da Costa
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:123-30

Valdeni Manoel Bernardo, Franciele Cascaes da Silva, Elizandra Gonçalves Ferreira, Gisele Graziele Bento, Mauro Cezar Zilch, Bianca Andrade de Sousa, Rudney da Silva
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:131-7

Lúcia Midori Damaceno Tonosaki, Cassiano Ricardo Rech, Giovana Zapellon Mazo, Gabriel de Aguiar Antunes, Tânia Rosane Bertoldo Benedetti
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:138-45

Beatriz Ruffo Lopes, Larissa Michelle Lara
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:146-55

Aldair J. Oliveira, Alice G. Rangel, José Henrique, Wesley S. do Vale, Walter J. Nunes, Ricardo Ruffoni
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:156-62

Bruna Danielle Campelo Corrêa, Raphael do Nascimento Pereira, Allan Oliveira de Lira, Paulo Eduardo Santos Avila, Marlene Aparecida Moreno, Valéria Marques Ferreira Normando
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:163-9

Scheila Espindola Antunes, Otávio Guimarães Tavares da Silva
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:170-6

Juan Palomares-Cuadros, Made -Agus Dharmadi, Ni Luh Putu Eka Sulistia-Dewi, Diego Collado-Fernández, Rosario Padial-Ruz
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:177-83

Fernanda Soares Nakashima, José Roberto Andrade do Nascimento Junior, João Ricardo Nickenig Vissoci, Lenamar Fiorese Vieira
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:184-96

José Francisco Filipe Marmeleira, Jorge Manuel Gomes de Azevedo Fernandes, Nillianne Charles Ribeiro, Janaina de Araújo Teixeira, Paulo José Barbosa Gutierres Filho
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:197-204

Ana Beatriz Correia de Oliveira Tavares, Sebastião Josué Votre, Silvio de Cassio Costa Telles, Fabiano Pries Devide
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2018;40:205-12

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Manifestação do GTT Escola/CBCE sobre a BNCC do Ensino Médio





COLÉGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE
GRUPO DE TRABALHO TEMÁTICO ESCOLA (GTT05)

Manifestação do GTT Escola do CBCE sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio

Diante da entrega da proposta da BNCC do Ensino Médio pelo Ministério da Educação (MEC) para análise do Conselho Nacional de Educação (CNE) no início do mês de abril de 2018, decidimos manifestar a posição do GTT Escola do CBCE sobre o documento.
Apesar dos debates profícuos sobre Ensino Médio desde os anos 1980, de caráter marcadamente mais progressista e crítico e dos avanços em propostas para posicionar a Educação Física nesta etapa da Educação Básica para além da perspectiva sequencial e de aprofundamento de estudos do Ensino Fundamental, a BNCC do Ensino Médio impetra de maneira absolutista uma lógica mercadológica, elitista e de manutenção de hegemonias disciplinares, em que o componente curricular Educação Física se torna invisível e descartável.

A BNCC, aliada à Lei no 13.415 de 17 de fevereiro de 2017 que trata da criação do Novo Ensino Médio, tem origem no golpe político-jurídico e midiático em curso no Brasil e é arquitetada pelos interesses privatistas e religiosos dos segmentos conservadores e empresariais da sociedade brasileira. O documento da BNCC do Ensino Médio é a expressão de uma reforma que altera a composição dos currículos e sacramenta uma proposta sustentada na meritocracia e nos privilégios institucionalizados dos jovens dos estratos economicamente melhor assistidos. É inegável a intencionalidade de destruição do ensino público e gratuito e da defesa do Estado Mínimo, bem como, do ponto de vista específico da Educação Física, uma ameaça à sua manutenção na formação dos jovens, adultos e idosos.

A BNCC do Ensino Médio torna o componente curricular invisível diante de suas potencialidades. Suas ideias e intenções desaparecem em meio à hegemonia da Língua Portuguesa na Área das Linguagens e suas Tecnologias. Embora o texto reconheça a produção cultural dos jovens na Educação Física, conferindo-lhes certo protagonismo, é extremamente genérico e insuficiente para a orientação curricular dos professores nas diferentes Redes de Ensino. A BNCC do Ensino Médio reforça uma concepção instrumental de educação escolar e simultaneamente extermina as potencialidades de um projeto de Educação Física escolar em sua perspectiva histórica e particular. 

É frágil e retrógada a intenção da BNCC de “consolidar e ampliar as aprendizagens do Ensino Fundamental”, pois o Ensino Médio deveria, em primeiro lugar, reconhecer as juventudes e as relações dos jovens com o mundo do ponto de vista da singularidade de uma cultura e do universo simbólico de práticas compartilhadas. Ao mesmo tempo, ao situar o Ensino Médio apenas na perspectiva das juventudes, produz uma regularidade seletiva orientada a um segmento restrito de frequentadores deste nível de ensino, excluindo adultos e idosos das possibilidades de acesso. Ao invisibilizar o componente curricular Educação Física na Área de Linguagens e suas Tecnologias, a BNCC do Ensino Médio legitima uma formação em acordo com os ideários conservadores e neoliberais da sociedade que fazem ampliar as desigualdades e injustiças sociais. Desconsidera absolutamente os debates produzidos no campo acadêmico-científico e os saberes e práticas produzidos e compartilhados pelas comunidades escolares, professores, jovens, adultos e idosos que compõem o Ensino Brasileiro, em nome de soluções economicamente viáveis e que atestem nossa colonização aos exames e avaliações internacionais. Diante do exposto, manifestamos que a BNCC do Ensino Médio não nos representa e que as implicações desse projeto de sociedade do qual o referido documento faz parte é uma ameaça ao enfrentamento das desigualdades e injustiças sociais e curriculares, ao projeto de ensino crítico e inclusivo de fato para os estudantes do Ensino Médio brasileiro e para nossa também jovem e tão sonhada democracia.

Comitê Científico do GTT Escola do CBCE
Porto Alegre, 22 de abril de 2018

segunda-feira, 12 de março de 2018

CBCE - Campanha de Associação 2018

Olá pessoal...

Para hoje, fica o convite para você professora e professor de Educação Física em qualquer estado brasileiro, para se associar ao CBCE. 
Para isso, é só você preencher a Ficha de Inscrição on-line e depois fazer o pagamento da anuidade, logando-se na Área do Associado.
As instituições como Universidades Públicas e Privadas, Faculdades  Isoladas ou Centros Universitários, bem como, Associações de Professores e correlatos, também podem se associar e para isso, devem preencher/atualizar a ficha de cadastro específica, anexando o comprovante de pagamento da anuidade.

As Categorias de Associação são:
Associado Estudante: Aluno de graduação;
Associado Efetivo: Curso superior concluído;
 "Efetivo com desconto", estudantes de pós-graduação (lato ou stricto sensu) ou professor da rede de ensino básico.
- Associado Institucional: Pessoas jurídicas nacionais ou estrangeiras .


Preparamos um passo a passo para te ajudar na associação ou na renovação da anuidade.


TUDO COMEÇA AQUI WWW.CBCE.ORG.BR

segunda-feira, 25 de julho de 2016

IX CONGOCE/CBCE/GO - Congresso Centro Oeste de Ciências do Esporte

Em parceria com o curso de Educação Física da Unidade Universitária da UEG na cidade de Quirinópolis/GO, a Secretaria Estadual do CBCE em Goiás, estará realizando o IX Congresso Centro Oeste de Ciências do Esporte.

Inscrições de trabalhos até 15/08/16. 
Mais inscrições disponíveis no folder abaixo





terça-feira, 21 de junho de 2016

VIII Congresso SulBrasileiro de Ciências do Esporte



O prazo para submissão de trabalhos ao VIII Congresso SulBrasileiro de Ciências do Esporte que vai acontecer em Criciúma/SC, de 8 a 10 de setembro, foi prorrogado.

ATENÇÃO: 

PRORROGADO O PRAZO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS ATÉ 30/06/2016!!

Para saber mais sobre a inscrição no evento e a submissão de trabalhos

domingo, 10 de janeiro de 2016

CBCE e a promoção para filiação e anuidade - 2016

O Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE), lança campanha de novos associados e atualização dos sócios na anuidade de 2016. Veja no quadro abaixo, categorias, valores e prazos. Entre na página do Colégio e faça sua associação ou atualização. Você pode pagar pelo PagSeguro, depósito ou transferência bancária.





sábado, 26 de setembro de 2015

Direção Nacional do CBCE repudia ações do cref/confef-SP

O blog do Sérgio Moura exalta os companheiros da Direção Nacional do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, gestão atual pela objetiva, concisa e correta nota de repúdio produzida. E afirmamos que outros Estados da federação sofrem com a covardia e a truculência de tais mandos. 

Professoras e Professores, avante! Uní-vos!!!


NOTA DE REPÚDIO AO CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA – 04/SP
Editoria: Diretoria Nacional 
Data: 24/09/2015
Nós, membros do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, reunidos durante o XIX CONBRACE, repudiamos veementemente as ações violentas e despropositadas que o Conselho Regional de Educação Física – 04/SP, por intermédio de seus fiscais, vêm impetrando contra professores concursados ou contratados em plena conformidade com a legislação trabalhista e educacional. Nosso coletivo, composto por educadores comprometidos com a democratização da escola e dos conhecimentos relativos às práticas corporais, considera as investidas desse órgão uma ameaça à docência e à liberdade, pois se baseiam na criminalização do fazer pedagógico desenvolvido por educadores cujo trabalho é reconhecido e valorizado em suas comunidades. Essa postura faz lembrar de práticas autoritárias e ditatoriais da pior espécie. Ademais, a concepção de Educação Física escolar que esse órgão defende, registrada no documento “Recomendações para a Educação Física Escolar” (CONFEF, 2014), é retrógrada, anacrônica e afastada do que hoje se faz nas escolas e completamente divorciada dos conhecimentos produzidos pelas pesquisas realizadas no campo. Se esse órgão, que não nos representa, quer realmente ser útil àqueles que trabalham na educação, sugerimos que se mantenha distante do ambiente escolar. Na opinião deste coletivo docente, sua existência, além de desnecessária, é um risco à qualidade do ensino.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - Vitória/ES

20 anos depois, o Conbrace retorna ao Espirito Santo. Em 1995, se discutiu com grandes debates sobre a Educação Física, a interdisciplinaridade, ciência e pedagogia. Em 2015, o XIX Conbrace e VI Conice tem como proposta discutir:




Fiquem atentos, pois o prazo para submissão de trabalhos vai até dia 15 de março de 2015 e não é necessário pagar a inscrição para a submissão.

Inscreva-se, participe, vá!