quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Dando continuidade na programação das postagens do projeto Mulheres e Novelos, de coordenação pela Profa. Dra. Tatiana Passos Zilberberg/IEFES/UFC, acompanhe mais um pouco e aproveite para acessar as redes sociais do projeto e seguir no Facebook e YouTube. 

-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-


O corpo da mulher e suas dores é um tema de imensa complexidade. Como ensinar as mulheres a sentirem, reconhecerem e lidarem com o próprio corpo? Como ensinar que dores incapacitantes precisam ser investigadas e que não basta tomar um remédio e deitar?


Muitas mulheres reclamam de não compreenderem os termos médicos, de não se sentirem esclarecidas pelos sites clínicos ou mesmo em consultórios. Por intermédio dos vídeos exibidos na internet e no ambulatório de dor pélvica e endometriose da Universidade Federal do Ceará (UFC), o projeto Mulheres e Novelos promove educação pública e democrática a grupos vulneráveis como mulheres com dores crônicas, que sofrem muitas discriminações, até que realmente cheguem aos diagnósticos. Utilizamos as redes sociais e outros recursos para promover a educação de mulheres. Nesta prática de ensino, assumimos uma ação de extensão, interligando universidade e sociedade. E convocamos a comunidade científica de diversas áreas, como Nutrição, Educação Física, Medicina e Fisioterapia, a investigar os corpos femininos com dor, bem como, as complexas dores nos corpos de mulheres que sangram demais, que são operadas várias vezes, que perdem gestações, que sofrem pela infertilidade, que escapam a uma rotina de exercício porque estão cansadas de sofrer sem encontrar uma saída, sem encontrar, qualidade de vida.


Se tiver sugestões de pesquisas e conteúdos entre em contato conosco: mulheresenovelos@gmail.com

Inscreva-se no canal YouTube Mulheres e Novelos
Postar um comentário